Latest Post


   Por muitos denominada erroneamente de Pascoa Judaica, pois pascoa significa "paixão de sofrimento de cristo" e o PESSACH tem significados bem diferentes desse contexto, ou seja do contexto cristão.
   Pessach é nome transliterado da palavra em hebraico  "פסח" que quer dizer "passar sobre/saltou", rememorando o fato de quando os anjo da morte passou/saltou sobre os casa do povo de Israel matando apenas os primogênitos dos egípcios.

   2856 tipos de plantas foram registrados como nativas de Israel, e cerca de 100 nomes de plantas são mencionados na Bíblia e espalhados por historias diferentes. Algumas são referidos muitas vezes, algumas com menos frequência e outros apenas uma vez. 

  A identificação das plantas foram um inigma para os botânicos bíblicos, pois os escritores da Bíblia não eram botânicos. 

  A primeira tentativa de classificar esta flora está em Gênesis 1: 11-12, e Deus disse: Produza a terra erva, a erva produzindo semente, e a árvore frutífera dando fruto segundo a sua espécie, cuja semente está em si, sobre a terra; e foi assim. 

  Na narrativa da criação há apenas uma divisão botânica geral feita, isto é: (1) grama - deshe (דשא), significando todas as plantas baixas, eg, Cryptogamae; (2) ervas - 'esebh (עשב), incluindo plantas herbáceas; (3) fruteira - 'etz pri (עץ פרי), abrangendo todas as árvores.



Plantas da Bíblia: Uma lista alfabética dos nomes científicos. (Dutch) Planten de Bijbel: Een alfabetische lijst van Bijbelse planten met Nederlandse namen Clique no nome da planta para visualizar a página de informação da planta correspondente e os recursos da Bíblia.
A
Abies cilicica
Acácia (Heb. Shittim)
Acanthus syriacus
Acorus calamus
Althaea setosa, Alcea setosa
Alkanna tinctoria, Alkanna tuberculata
Allium ampeloprasum, Allium porrum
Aloe vera, Aloe barbadensis, Aloe vulgaris
Amygdalus communis
Anabasis articulata, Salsola articulata
Anêmona, coronaria
Anethum graveolens
Anthemis palestina, Anthemis melanolepis
Aquilaria agallocha
Artemisia arborescens
Arundo donax
Atriplex halimus

B

Balanites aegyptiaca, Ximenia aegyptiaca
Bálsamo
Boswellia sacra Flueckiger
Brassica nigra, Sinapis nigra
Butomus umbellatus

C

Calotropis procera
Capparis spinosa
Cedrus libani
Centaurea iberica
Ceratonia siliqua
Cercis siliquastrum
Cichorium endivia
Cinnamomum zeylanicum
Cistus incanus
Citrulus colocynthis
Citrus medica
Commiphora abyssinica, Commiphora habessinica
Conium maculatum
Cupressus sempervirens
Papiro Cyperus

D

Não há nomes "D".

E

Echinops viscosus
Eruca sativa

F

Ficus carica
Ficus sycomorus

G

Gundelia tournefortii

H

Hordeum vulgare
Hyoscyamus albus
Hyoscyamus aureus

Eu

Não há nomes "I".

J

Não há nomes "J".

K

Não há nomes "K".

eu

Laurus nobilis
Lilium candidum
Linum
Lycium europaeum

M

Majorana syriaca, Origanum syriacum
Malva nicaeensis
Malva sylvestris
Mandragora autumnalis, Mandragora officinarum
Mentha longifolia
Morus alba
Morus nigra
Myrtus communis

N

Narciso tazettas
Nerium oleander
Notobasis syriaca
Nymphaea alba

O

Olea europaea
Origanum syriacum

P

Phoenix dactylifera
Phragmites australis, Phragmites communis
Pinus halepensis
Pinus pinea
Pistacia atlantica
Pistacia lentiscus
Pistacia Palaestina
Platanus orientalis
Populus alba
Populus euphratica
Prunus armenica
Punica granatum

Q

Quercus aegilops
Quercus boissieri
Quercus calliprinos
Quercus Infectoria
Quercus ithaburensis

R

Lótus Rhamnus
Rhamnus spina-christi
Reichardia tingitana
Retama raetam
Ricinus communis
Rubus sanguineus, Rubus sanctus
Ruta chalepensis, Ruta bracteosa

S

Salix alba
Salvia dominica, Salvia graveolens
Sarcopoterium spinosum
Scolymus maculatus
Scolymus hispanicus
Silybum marianum
Sinapis alba
Sinapis arvensis
Styrax officinalis

T

Tamarix aphylla, Tamarix articulado
Triticum aestivum
Agenensis Tulipa, Tulipa oculis-solis, Tulipa sharonensis
Typha domingensis, Typha australis

você

Urtica membranacea, Urtica caudata, Urtica dubia
Urtica pilulifera, Urtica dodartii
Urtica urens

V

Viburnum tinus
Vitis vinifera

W

Não há nomes "W".

X

Xanthium strumarium, Xanthium occidentale, Xanthium pungens

Y

Não há nomes "Y".

Z

Zilla spinosa
Ziziphus lótus
Ziziphus spina-christi
Zygophyllum dumosum

Gostaram? Dê ideia de postagens nos ajude a manter o conteúdo atualizado do jeitinho que você gosta!

Resultado de imagem para começando a limpeza para pessachNa maioria dos lares judaicos, os preparativos para Pêssach iniciam-se logo após a festa de Purim, em torno de um mês antes de Pêssach. O objetivo de tamanha antecedência é o cuidado minucioso que deve ser atribuído a cada um para eliminar totalmente o chamêts de sua propriedade, seja ela sua casa, escritório, automóvel, etc.Para eliminar todo o chamêts, alguns cuidados são tomados. A limpeza é planejada para que todos os aposentos sejam muito bem limpos.o escritório, carro, etc.Além de toda a casa, os seguintes lugares devem ser conferidos para assegurar-se que estão livres de chamêts: escritório, carro, bolsos das roupas (especialmente de crianças) livros de bolso, bainhas de calças, punhos de roupas, além do aspirador de pó (o saco descartável deve ser removido e a caixa limpa, caso seja saco não descartável, o mesmo deve ser lavado).Alimentos para animais de estimação geralmente contêm chamêts. Consulte um rabino para saber como proceder.

Quartos (um por dia) – Lavar e limpar

Cortinas, janelas, persianas, paredes, portas, maçanetas, rodapés, estrados da cama, em baixo do colchão, encostos das camas, limpar quadros e porta retratos, passar lustra móvel nos armários se forem de madeira, dentro e fora ou se for de outro material limpar com pano úmido e sabão neutro.. Lavar colchas e edredons, travesseiros colocar para ventilar e/ou lavar.


Aspirar e lavar bem o piso, não esquecendo das frestas. Por dentro dos roupeiros tirar os objetos por partes, separar o que é para doar e o que volta para dentro dobrando ou pendurando e separando por cores ou tipos (saias com saias/camisas etc.) ou por ocasiões (social, esporte, festa etc.). Padronizar cabides e separar as roupas que precisam de reparos. Aproveitar se a sapateira fica nos quartos para lustrá-los.


Sala

Resultado de imagem para começando a limpeza para pessachRepetir o processo dos quartos. Tampos de mesas com vidro removíveis devem ser retirados e lavados com esponja umedecida com água e álcool. Nas bordas e cavidades da mesa onde foi retirado o tampo, retirar a sujeira que ficou impregnada de pó ou…chamêts. Aspirar poltronas e sofás; se forem de couro ou material sintético lavar com esponja e sabão neutro. Secar bem. Se for de tecido, tirar manchas, passar aspirador com vapor quente se houver, ou simplesmente limpá-lo bem.

Banheiros

Azulejos e lustres podem ser lavados. Armários devem ser lavados. Separar todo o material de higiene em uma prateleira ou armário que não será usado durante Pêssach reservando lugar limpo para os produtos de higiene da lista Casher para Pêssach (shampoos, sabonetes, escovas de dente novas e pasta de dente, bem como cosméticos que fazem parte da lista).

Área de serviço

Azulejos, secadores de roupa e lâmpadas podem ser lavados. O tanque deve ser lavado, bem como o piso. Sacudir os bolsos de mochilas, bolsas, pastas etc., removendo todos os resíduos

Cozinha

O melhor é lavar toda a louça que estiver dentro dos armários, toalhas e panos de louça. Se for trancá-los e vendê-los em Pêssach, não é necessário proceder dessa forma. Azulejos, lâmpadas etc., é opcional lavar. O dever é limpar e remover muito bem todo resíduo das geladeiras, fogão, lava-louças, microondas, forno, etc., além de armários, frestas, pias e ralos (colocar Diabo Verde ou Soda Cáustica após a pia ter ficado 24h sem uso para remover o chamêts).
Resultado de imagem para começando a limpeza para pessach


Limpar bem todos os eletrodomésticos, retirando a sujeira concentrada nas pás e fios ou lâminas (batedeira, processador, liquidificador etc.).

Não esquecer de retirar e lavar todas as lixeiras da casa. Limpar o saco do aspirador jogando fora o saco se for descartável ou lavando, caso seja de tecido.

Como a cozinha é a parte da casa que merece um cuidado especial e minucioso já que concentra mais vestígios de chamêts, verificar mais detalhes em nosso guia de Pêssach sobre casherização de utensílios.

Como Preparar a cozinha para Pêssach :

FOGÃO


Se possível, devem ser trocadas as grelhas. Caso contrário, devem ser aquecidas até ficarem incandescentes. A mesa do fogão deve ser limpa e casherizada posteriormente derramando sobre ela água fervente e passando uma pedra ou ferro em brasa para que a água continue fervendo. Após este procedimento, sugere-se cobrir a mesa do fogão com folha de alumínio. Se a mesa for esmaltada, deve ser bem limpa e depois coberta com uma folha de alumínio grossa ou chapa. As bocas devem ser bem limpas e depois o fogo é aceso no máximo para eliminar resíduos de chamêts. Os botões do gás devem ser retirados e limpos (há quem costume cobri-los com contact ou folha de alumínio).

FOGÃO ELÉTRICO


Deve ser aceso no máximo até a chapa avermelhar. Sobre a mesa restante joga-se água fervendo, passando na água uma pedra ou ferro incandescente.

FORNO


As grades devem ser aquecidas até ficarem incandescentes. O forno deve ser bem limpo com um produto especial que remova toda a gordura. Em seguida, deve ser aquecido na temperatura máxima durante duas horas. Se possível, as paredes internas devem ser revestidas, bem como o teto, o chão, a parede interna da porta com folhas de alumínio grossa.

FORNO AUTOLIMPANTE


Há dois tipos de autolimpante: aquele que chega até cerca de 500ºC se casheriza automaticamente, ao ser limpo na temperatura máxima até o final do ciclo. Porém, o forno que não chega a esta temperatura deve seguir a limpeza do forno normal.

FORNO DE MICROONDAS


Deve ser limpo internamente com produto de limpeza e ficar 24 horas sem uso. Em seguida, coloca-se um recipiente não usado nas últimas 24 horas com água limpa, deixando o forno ligado até formar bastante vapor. Se possível, este processo deve ser feito três vezes, enchendo o recipiente sempre com água fria. Depois disso, o interior deve ser limpo. Se possível, deve ser trocado o prato de vidro ou coberto com isopor ou plástico grosso. De preferência, ao usar este forno para cozinhar, é prudente cobrir por completo os alimentos.

PIA


Cubas de porcelana, cerâmica ou esmaltadas não podem ser casherizadas. Neste caso, devem ser limpas e cobertas com chapas especiais para Pêssach por todos os lados (pode ser usada folha de alumínio grossa, em duas camadas).

Cubas de metal, mármore ou granito podem ser casherizadas. Para tanto a pia não deve ser usada com alimentos quentes por 24 horas antes da casherização e deve ser meticulosamente limpa.

É jogado no ralo um produto desentupidor para destruir qualquer vestígio de chamêts.

Em seguida, seca-se a pia. Posteriormente, é despejada água fervente de uma chaleira ou panela nova, ainda borbulhando, atingindo todos os cantos da cuba, balcão, torneiras, ralos, etc.

Enquanto a água é despejada, deve-se passar sobre a pia uma pedra ou ferro incandescente para fazer a água borbulhar. É costume forrar a pia com folha de alumínio após a casherização.

LIQUIDIFICADOR, BATEDEIRA, MULTIPROCESSADOR


A máquina deve ser bem limpa e, de preferência, envolvida em papel alumínio. Um novo copo, novas faquinhas para o multiprocessador e liquidificador, e novas pás e tigelas para a batedeira devem ser compradas.

GELADEIRA E FREEZER


Devem ser descongelados e limpas as paredes internas, prateleiras e gavetas com um pano úmido e produtos de limpeza; na borracha da porta, deve ser usada uma escovinha também para melhor limpeza de resíduos infiltrados. Há o costume de cobrir as prateleiras com borracha, plástico ou alumínio.

ARMÁRIOS


Devem ser bem limpos e forrados.

MESAS E BALCÕES


Se possível, água fervente deve ser jogada à semelhança da pia; caso possa estragar a mesa, deve ser limpa e forrada. Basta limpar bem a mesa da sala, sobre a qual não se coloca nada quente com perigo de estragá-la, e cobri-la com uma toalha. A mesinha do cadeirão das crianças também deve ser casherizada. Pode ser coberta com papel contac.


TOALHAS DE MESA (MENOS AS DE PLÁSTICO) E GUARDANAPOS


Resultado de imagem para começando a limpeza para pessachDe preferência devem ser reservados para uso exclusivo de Pêssach. Se não for possível, as bordas devem ser escovadas para retirar possíveis resíduos de chamêts, e as toalhas lavadas com água quente, sem engomar.



Os utensílios que usamos durante todo o ano para Chamêts não devem ser utilizados desde a véspera de Pessach, até finalizada a Festa; Deve-se lava-los bem, e guarda-los em lugar bem fechado.  Hoje em dia está ao alcance de quase todos ter louça  especial para Pessach.Entretanto, para aqueles que não é possível, poderão usar a vasilha normal depois do processo da Hagalá (escaldadura), excepto os utensílios de porcelana ou cerâmica que não são susceptíveis de escaldar.Devido a que são múltiplos os casos e os detalhes, assim como os costumes sobre este procedimento, aconselhamos a consultar a autoridade rabínica da comunidade.

*Aqueles que não puderem estar adquirindo novos utensílios para Pessach, orientamos fazerem uso dos DESCARTÁVEIS.

*(Fonte: Pt.Chabad.Org )

Purim começa na noite de quarta-feira, 28 de fevereiro e continua até quinta-feira, 1º de março de 2018 (2 de março em Jerusalém)



OUÇA A LEITURA DA MEGUILÁ


Para reviver os milagrosos eventos de Purim, ouvimos a leitura da Meguilá (Rolo de Ester) à noite, e uma vez mais no decorrer do dia. As duas leituras são obrigatórias.
Quando o nome de Haman for mencionado faz-se barulho com o reco-reco.
A leitura é ouvida atentamente para que nenhuma palavra seja perdida.



Resultado de imagem para presentes de purim

PRESENTEIE OS NECESSITADOS




Interesse e dedicação para com os necessitados é uma responsabilidade durante o ano todo. Particularmente em Purim, a mitsvá mais importante é lembrar dos menos afortunados. Dê um donativo a pelo menos duas pessoas carentes no decorrer do dia. A melhor maneira de cumprir esta mitsvá é através da doação direta. Se por acaso não encontrar nenhuma pessoa nessas condições deposite algum dinheiro nas caixinhas de tsedacá.

ENVIE ALIMENTOS COMO PRESENTE


Resultado de imagem para Mesa de purim
Em Purim enfatizamos o mérito da união e amizade judaicas, enviando aos amigos dádivas sob forma de alimentos. Mande durante o dia de Purim, a pelo menos um amigo, no mínimo duas espécies comestíveis casher (no mínimo, 30g para sólidos e 86ml para líquidos) prontas para comer (por exemplo: doces, frutas, bebidas, etc.).

PARTICIPE DE UMA REFEIÇÃO FESTIVA


Chag Purim!!!

Purim começa na noite de quarta-feira, 28 de fevereiro e continua até quinta-feira, 1º de março de 2018 (2 de março em Jerusalém)

Resultado de imagem para Rainha Ester
  Mais uma pagina dedicada, e dessa vez a dedicamos a Festa de purim, e para quem pensa que a mulher é insignificante no judaismo, essa festa vem mostrar que ela (nós) exercemos um papel importantissimo.
  Tudo começou na antiga Pérsia, no século 4 aC. O Templo Sagrado que havia estado em Jerusalém foi destruído mais de 50 anos antes, e os judeus eram súditos do poderoso império persa, que se estendeu por 127 terras.

Três anos depois que o rei Assuero subiu ao trono persa, quando ele se sentia seguro em sua nova posição, ele comemorou jogando uma grande de 180 dias ao longo da festa para todos os seus súditos. Seguindo esta gala extravagante, Assuero hospedado um partido menor de uma semana para os moradores da cidade capital de Shushan. Os quartos de mulheres do palácio, a esposa Assuero, a rainha Vasti , hospedado seu próprio partido para as mulheres Shushanite.

Resultado de imagem para pão de pessach   Antes de começarmos este artigo vamos explica a você o que é Pessach.
  Pessach siginifica "salto" aquele que o anjo da morte fez em saltar as casas dos hebreus e matar apenas nos primogênitos egípcios, praga que culminou a saída dos hebreus do Egito. Êxodus (12:21-51). Pronto agora você sabe. Esqueçam da comparação cristã em falar que é a Pascoa judaica, pois nem o significado do nome bate. Agora sabendo vamos falar da proibição do fermento nessa data.
  Instruções para comemorar o Êxodo santificando o primogênito, evitando fermento e comendo matsá em Pêssach, contando aos filhos a história do Êxodo, e usando tefilin esta em (Êxodo, 13:1-16).
   Durante os oitos dias de celebração, não se pode comer alimentos fermentados, nem ter em casa bolos, biscoitos e massas evitando assim que algo fermente durante os 8 dias de festividades.
   Para isso, a farinha (de trigo, aveia, centeio e cevada) é substituída pela matzá.  A matzá é o pão ázimo. Quando o faraó mandou os hebreus saírem do Egito, eles não tiveram tempo de esperar o pão fermentar e por isso é bem fininho.
   Há quem eleve o significado dessa proibição a interpretação mistica cabalista, o que não cabe explicar nesse momento e ficará para outra oportunidade, mas a explicação e bem mais simples do que se parece.
   Para os judeus tudo é lembrança tudo é tradição e dentro dessas, a lei é vigente todo o tempo, para que seus princípios nunca sejam esquecidos e para que o povo sempre permaneça sendo o povo e ele nunca se acabe "Um povo com memória nunca morre". Então a maneira mais fácil e simples de explicar é  "para não esquecer de quem foram". "Foram o povo que foi escravo na terra do Egito e que deus o libertou e o fez seu povo" Assim  a proibição do fermento é para que seus filhos e filhos dos deus filhos não se esqueçam que foram libertos por deus no Egito, e que sua saída foi tão rápida que não deu tempo do pão fermentar.

Simples não é? sem arrodeios!

Gostaram da simples explicação?

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget